Julho Verde e a importância do diagnóstico precoce de cânceres de cabeça e pescoço

Julho Verde e a importância do diagnóstico precoce de cânceres de cabeça e pescoço

Oncologista do Madrecor Hospital esclarece as principais características da doença.

De todas as doenças que podem acometer o ser humano, com certeza, o câncer é muito temido por todos nós. Além de todos os sintomas que ele causa fisicamente, ele abala as famílias, trazendo tristeza e a sensação de impotência diante da doença.

O mês de Julho, além de ser dedicado ao combate das hepatites virais, também visa conscientizar a população sobre os cânceres de cabeça e pescoço que, segundo dados do Inca (Instituto Nacional do Câncer), resultam em mais de 10 mil mortes por ano e, a cada ano, podem significar 43 mil novos casos da doença.

A oncologista do Madrecor Hospital, Vanessa Alves Fabri, esclarece que os cânceres de cabeça e pescoço acometem toda a região que envolve a cabeça e o pescoço. “O câncer de cabeça e pescoço engloba os tumores que se manifestam na boca, língua, órgãos como laringe, faringe, seios paranasais, cavidade nasal, glândulas salivares e tireoide.”

Vanessa explica que o diagnóstico desse tipo de câncer é feito através da avaliação clínica e que, caso seja necessário e o tumor seja mais profundo, outros exames mais específicos podem ser realizados. “O diagnóstico é feito por meio de avaliação clínica, com observação direta da lesão através de abertura da boca, no caso de uma lesão em cavidade oral. Em tumores mais profundos é necessário o emprego do nasofibrolaringoscópio, aparelho que dispõe de uma câmera com luz para permitir a visualização da cavidade nasal, faringe e laringe. Detectada a lesão suspeita, a biópsia é obrigatória, sendo o material encaminhado para exame anatomopatológico. Além desses métodos, são necessários exames auxiliares para melhor avaliação da extensão da doença como tomografia computadorizada, ressonância nuclear magnética e PET-CT.”

A doença, de acordo com a oncologista, se desenvolve no início sem apresentar grandes sintomas. Porém, alguns sinais devem ser observados, pois podem indicar a presença de algum tumor. “Alguns sinais merecem ser avaliados mais de perto: manchas esbranquiçadas ou avermelhadas na língua ou gengiva, feridas na boca que não cicatrizam, nódulos no pescoço que não desaparecem, rouquidão persistente, desconforto ou dor para engolir, tosse e dificuldade respiratória. Se esses sintomas persistirem, é recomendada a avaliação de um médico,” alerta Vanessa.

Caso o câncer seja realmente diagnosticado, a especialista esclarece que existem, atualmente, diversos tipos de tratamento para a doença e que vão depender da visão de uma equipe multidisciplinar envolvida com o paciente. “Existem várias opções de tratamento para os tumores de cabeça e pescoço que vão da cirurgia à quimioterapia e radioterapia. A escolha do tratamento dependerá da localização do tumor, a extensão da doença e as características individuais do paciente. Uma equipe multidisciplinar incluindo o cirurgião de cabeça e pescoço, o oncologista clínico, o radioterapeuta e demais profissionais de suporte (como o dentista, fonoaudiólogo e psicólogo) decidirão qual a melhor abordagem, considerando as particularidades do caso e as últimas atualizações científicas.”

Apesar de ser uma doença, por vezes agressiva, Vanessa reforça a importância do diagnóstico precoce e que ele pode aumentar as chances de cura. “O mais importante é frisar que todo câncer tem maiores chances de cura quando diagnosticado e tratado precocemente, e no câncer de cabeça e pescoço esse diagnóstico precoce eleva em até 90% as chances de cura.”

Dicas como o abandono do tabagismo, evitar o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, uma boa higiene bucal e consultas regulares ao dentista, por exemplo, podem auxiliar na prevenção desse tipo de câncer. “Prevenir é o melhor remédio contra o câncer! Não fume, não beba, pratique atividade física regularmente e mantenha seus exames em dia!”

Nossos esforços se intensificam a cada dia, para fazer sempre mais por você! Em breve, o Madrecor Hospital contará com uma equipe especializada em tratamentos oncológicos, em nosso Núcleo de Oncologia. Fique atento pois, em breve contaremos mais a vocês sobre essa novidade.

Deixar comentário