Falta de atividade física atinge 47% dos brasileiros

Falta de atividade física atinge 47% dos brasileiros

No dia do esportista, médico alerta sobre a importância de uma rotina de exercícios

1,4 bilhão de adultos em todo o mundo. Esse é o número de pessoas, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) que estão na linha do sedentarismo, sem praticar nenhum tipo de esporte ou atividade física. A falta de atividade física ainda pode impactar em outros dados, como o aumento do excesso de peso entre a população: 55% dos brasileiros sofrem com problemas relacionados ao excesso de peso e à obesidade.

O Dia do Esportista, comemorado no dia 19 de fevereiro nos leva à reflexão sobre como temos encarado, de fato, a nossa rotina com a saúde e bem-estar do nosso corpo. E ninguém melhor para falar do assunto do que um médico apaixonado pelo mundo do esporte. O pneumologista do Madrecor Hospital, Ricardo Luiz Diniz dos Santos é apaixonado por atividade física e explica que, apesar da rotina intensa, sempre prioriza algum tipo de atividade. “Eu já pratico atividade física regular por mais de 8 anos. Minha preferência é fazer as atividades logo no início da manhã, porém meus compromissos não permitem. Portanto rotineiramente, eu faço no período noturno após às 19:30 da noite. Alguns dias, acordo mais cedo, em torno da 5:15 da manhã para fazer, pelo menos, 40 minutos de atividade física”.

Ricardo contradiz o que muitas pessoas dizem sobre ter apenas uma atividade preferida. Segundo ele, todas as atividades lhe são prazerosas e, apesar de amar a corrida de rua, outros tipos de esporte são convidativos para ele. “Me sinto confortável em praticar Mountain Bike ou mesmo natação. Gosto de jogar futebol, tênis, vôlei ou basquete, mas meus colegas de jogo devem ter paciência comigo, porque sou desprovido de habilidades,” comenta.

Como muitos já sabem, as atividades físicas e os esportes, no geral, nos auxiliam e muito em diversas áreas. O pneumologista afirma que a chave para uma ótima saúde, em qualquer âmbito, começa sempre com a união entre o mover do corpo e uma boa alimentação. “O esporte é a base fundamental para manutenção da saúde. Eu diria até que não existe a plenitude da saúde sem atividade física. Quem pratica atividade física correta orientada por profissionais (principalmente musculação) possui um adequado tônus da musculatura, melhor postura da coluna vertebral e maior tolerância para dores,”.

E para você, que ainda não encontrou algo que gosta ou ainda está adiando o início de uma rotina de exercícios, Ricardo deixa um recado: “Toda pessoa deve se preocupar com a saúde de forma preventiva. A atividade física, juntamente com uma boa alimentação é a melhor forma de promover bem-estar geral e prevenção / controle de doenças. A pessoa deve tornar a prática de atividade física uma rotina semelhante a dormir e se alimentar, afirmo isso sem exagero”, conclui.

Gostou das nossas dicas? Que tal se tornar um amante dos esportes hoje mesmo? Mova-se!

 

 

 

Deixar comentário