Brasil registrou mais de 4 milhões de acidentes de trabalho em 2018

Brasil registrou mais de 4 milhões de acidentes de trabalho em 2018

Madrecor Hospital trabalha para integrar colaboradores, visando reduzir os acidentes.

Você, que está lendo essa matéria, com certeza tem um primo, amigo ou conhecido que já sofreu algum tipo de acidente relacionado ao trabalho, não é mesmo? De acordo com dados do estudo realizado pelo Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho, entre os anos de 2012 à 2018, o Brasil registou mais de 16 mil mortes e mais de 4 milhões de acidentes relacionados ao trabalho.

Nessa semana, o dia 27 de Julho é marcado por ser o Dia Nacional da Prevenção ao Acidente de Trabalho, o que nos leva a refletir o quanto ainda temos de bater nessa tecla e conscientizar ainda mais todos que fazem parte de uma empresa, para que esses números sejam reduzidos.

O técnico de segurança do trabalho do Madrecor Hospital, Vander Lemos da Silva, explica que as regulamentações existentes hoje no Brasil vem de uma legislação instituída e que a segurança do trabalho se refere às normas que visam minimizar os riscos de acidentes nos ambientes de trabalho. “O SESMT (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho) está estabelecido no artigo 162 da Consolidação das Leis do Trabalho e é regulamentado pela Norma Regulamentadora – 4 do Ministério do Trabalho e Emprego – MTE, no qual se faz o dimensionamento. Quando falamos em segurança do trabalho, podes-se entender como o conjunto de medidas que são adotadas, visando minimizar e/ou neutralizar os riscos existentes no ambiente de trabalho através do SESMT. A grande preocupação é a integridade física, a saúde e o bem estar dos colaboradores,” explica Vander.

Além disso, ele esclarece que o SESMT separa os tipos de riscos para os colaboradores em cinco categorias e que cabe ao estabelecimento realizar uma checagem, verificando quais são os riscos que o ambiente proporciona em cada categoria. “Os riscos são classificados em cinco categorias, sendo elas: risco físico(são diversas formas de energia a que possam estar expostos os trabalhadores, tais como: ruído, radiações ionizantes, radiações não ionizantes, bem como o infrassom e o ultrassom); risco químico (são as substâncias, compostos ou produtos que possam penetrar no organismo pela via respiratória, nas formas de poeiras, fumos, névoas, neblinas, gases ou vapores, ou que, pela natureza da atividade de exposição, possam ter contato ou ser absorvidos pelo organismo através da pele ou por ingestão); risco biológico (são oferecidos por diversos tipos de micro-organismos que possam infectar o indivíduo por vias respiratórias, contato com a pele ou ingestão. São as bactérias, fungos, bacilos, parasitas, protozoários, vírus, entre outros); risco de acidente/mecânico (são os agentes de riscos relacionados a máquinas, equipamentos e outros elementos que podem causar dano e a incidência de acidentes de trabalho) e os riscos ergonômicos (são os de natureza física ou psicológica, causados pela não adequação do ambiente de trabalho às limitações fisiológicas dos indivíduos, como sobrecarga de peso, intenso esforço físico, postura inadequada).”

Os esforços para reduzir os acidentes de trabalho devem ser realizados por todos e, segundo Vander, atitudes simples podem evitá-los e ajudar na diminuição das estatísticas. “Medidas consideradas simples são extremamente importantes para evitar os acidentes de trabalho. Algumas delas são, por exemplo: fazer o uso de EPI’s conforme estabelecido ao executar as atividades; seguir as orientações dos treinamentos realizado pelo SESMT; realizar exames exigidos pelo PCMSO (Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional), quando solicitado e manter o cartão de vacina atualizado conforme estabelecido e encaminhar cópia ao SESMT,” explica.

Vander reforça que o Madrecor Hospital investe em ações para que os colaboradores, tanto os recém-chegandos quanto aqueles que já estão conosco há um tempo, possam se inteirar das medidas de segurança, contribuindo, assim, com um ambiente mais seguro para todos. “O hospital tem investido em ações que visam orientar e fazer com que o colaborador enxergue que segurança do trabalho começa dele mesmo. Algumas medidas que tomamos são: integrar novos colaboradores ao sistema de Segurança e Saúde do Trabalho do Madrecor Hospital, a fim de prevenir acidentes e doenças ocupacionais; orientar e preparar os colaboradores quanto aos possíveis riscos de suas atividades, ao cumprimento das regras estabelecidas e ao uso correto dos EPI´s; estalececimento da CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes), com eleição de seus integrantes pelos colegas colaboradores do Madrecor, com curso para os eleitos pelo SESMT; realização da SIPAT (Semana Interna de Prevenção de Acidente do Trabalho), sendo esta dedicada a palestras e eventos, com o propósito de levar conhecimento aos colaboradores de prevenção de acidentes e cuidados com a saúde de todos e a instituição do proprio SESMT (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho), com uma equipe de profissionais, com a finalidade de promover a saúde e proteger a integridade física dos trabalhadores no dia/noite das atividades no Madrecor,” finaliza Vander.

Desejamos a todos os nossos colaboradores e comunidade em geral a conscientização sobre os riscos e a responsabilidade que temos para evitar e contribuir com a diminuição dos números relacionados à acidentes de trabalho em nosso país.

Deixar comentário