7 Dicas valiosas para a Saúde da Mulher

7 Dicas valiosas para a Saúde da Mulher

7 dicas valiosas para a saúde da mulher

 

A saúde da mulher requer cuidados especiais em todas as fases da vida, por isso é muito importante cuidar do corpo, da saúde mental e da alimentação. Isso leva a mulher a lidar melhor com a autoestima e com a disposição diária para cumprir suas tarefas, que são muitas, não é mesmo? Comece agora a mudar sua rotina com dicas essenciais!

 

1) Fuja do estresse

A correria e o modo de encarar as pressões do dia a dia podem acabar resultando no estresse. E as consequências podem ser ruins para a saúde, trazendo riscos como infertilidade, depressão, ansiedade e doenças cardíacas. Por isso, respire fundo e faça uma coisa de cada vez, no seu tempo, afinal você é uma só! Evite antecipar preocupações, o resultado será uma vida bem mais leve.

 

2) Durma bem!

Com certeza você já passou pela experiência de dormir mal, e qual foi o efeito? Um dia cansativo, estressante e com falta de concentração. Por aí já dá pra sentir a importância de uma boa noite de sono. Respeite seu corpo e durma no mínimo 8 horas por dia. Agora, se você está com dificuldade de pegar no sono, um profissional da saúde será a melhor opção para te ajudar.

 

3) Alimente-se bem!

O que você come reflete no seu corpo e no funcionamento do seu metabolismo, por isso faça uma reeducação alimentar, adotando hábitos saudáveis na hora da alimentação. Anote aí! Evite o consumo de óleos vegetais e manteigas; consuma menos sal e açúcar; beba, no mínimo, 2 litros de água por dia; evite alimentos com conservantes; preocupe-se com uma alimentação variada e colorida; coma entre 3 a 5 porções de frutas por dia; coma em intervalos regulares de 3 horas e evite frituras, refrigerantes e fast foods.

 

4) Mexa-se!

Não coloque a desculpa na falta de tempo! Nem que seja 15 minutos por dia, se movimente. A prática de exercícios contribui para uma boa saúde, ajuda a prevenir várias doenças e traz muitos benefícios psicológicos como a redução do estresse e da ansiedade, evita a depressão e aumenta a autoestima. Escolha um exercício que você gosta de fazer e inclua na sua rotina agora mesmo!

 

 

 

5) Realize exames de rastreamento

Após o início das relações sexuais, deve ser feito anualmente o Papanicolau, um importante exame que auxilia no diagnóstico de várias condições e também no rastreamento do câncer de colo de útero. Já o rastreamento do câncer de mama é feito através do exame de mamografia. É recomendado que mulheres de 50 a 69 anos façam o exame a cada dois anos e o exame clínico das mamas a cada ano.

 

6) Previna-se!

Uma relação desprotegida pode trazer Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST). A transmissão ainda pode acontecer da mãe para o bebê durante a gestação, o parto ou a amamentação. Use sempre o preservativo, além de evitar gravidez, ele é fundamental para a prevenção das IST como HIV/Aids, sífilis, hepatites, entre outras mais.

 

7) Gestação saudável

O pré-natal é um acompanhamento em série com seu obstetra, para a realização de exames físicos e complementares, indispensáveis para a saúde da mãe e do bebê. O período gestacional também vai exigir atenção redobrada da mãe na alimentação, prática de exercícios (sempre com orientação médica), evitando fumar e consumir bebidas alcoólicas durante a gestação e amamentação.

 

“Hoje em dia, com o avanço da medicina e com a facilidade do acesso à informação, a mulher consegue se cuidar melhor. São inúmeras as medidas preventivas e exames que podem ser feitos, o que ajuda na prevenção de doenças, num bom desempenho da relação sexual, na gravidez, na saúde do bebê e no envelhecimento saudável. Quando a mulher tem esse autocuidado, as consequências positivas são para a vida toda”, ressalta o ginecologista e obstetra Dr. Welington Ued Naves, do Madrecor Hospital.

 

 

Deixar comentário