Queimaduras: como evitar e tratá-las

Queimaduras: como evitar e tratá-las

O Dia Nacional de Luta contra as Queimaduras, 06 de junho, serve para nos lembrar dos mais de 1 milhão de brasileiros que sofrem com esse problema todos os anos. Ainda mais: a data reforça a necessidade de adotarmos medidas que minimizem o risco de um acidente desse tipo. Devemos sempre lembrar que as medidas preventivas devem ser reforçadas sobretudo nas populações mais vulneráveis a estes acidentes, que são as crianças e os idosos.

Dr. Hamilton Dantas, dermatologista do Madrecor Hospital

Para ajudar a evitar queimaduras em casa e no ambiente de trabalho, o dermatologista Hamilton Dantas, do Madrecor Hospital, reforça a importância das pessoas buscarem conhecimentos para saber como agir em uma eventual emergência.

Para prevenir queimaduras: 

No fogão, priorize as bocas do fundo para diminuir o risco de esbarrar nos cabos das panelas. Se houver crianças na casa, o cuidado deve ser redobrado. Caso as bocas da frente também sejam usadas, não deixe esses cabos voltados para fora.

Mantenha os produtos de limpeza fora do alcance de crianças.Utilize protetores de tomadas e ‘passa-fio’ para não deixar fios elétricos expostos e ao alcance das mãos.

Outras dicas podem evitar o acontecimento desses acidentes, tais quais:

  • Caso você não seja eletricista, evite fazer manutenções no quadro de força por conta própria. Consulte sempre um profissional.
  • Nunca tente recuperar algo que foi pendurado em postes. Queimaduras em fios de alta tensão são gravíssimas — podem levar até mesmo a amputação de membros ou à morte.
  • Caso seja fumante, evite fumar deitado. As cinzas quentes podem incendiar o estofado. Melhor nem chegar perto do cigarro quando estiver repousando sobre a cama.
  • Também não fume perto de quaisquer produtos inflamáveis. Parece óbvio, mas isso é bem comum.
  • No lugar de álcool, compre acendedor de carvão para a churrasqueira.
  • Não sobrecarregue uma tomada com vários equipamentos ligados ao mesmo tempo.
  • Independente de onde estiver — e em especial no local de trabalho — respeite a sinalização de combate e ação em casos de incêndio. Vale a pena investir alguns minutinhos para saber como proceder diante de uma emergência desse tipo.
  • Jamais obstrua acessos de passagem de emergência, nem o acesso aos extintores.
  • Mantenha materiais combustíveis em local seguro.

Tipos e causas

Existem diversos tipos de queimaduras, que podem ser de origem térmica, química, elétrica, por radiação, por atrito, etc. Além das diferenças quanto ao agente causador, as queimaduras podem também ser classificadas da seguinte maneira:

Quanto à profundidade:

  • 1º grau: atinge a epiderme (camada superficial da pele). Apresenta vermelhidão sem bolhas e discreto inchaço local. A dor está presente;
  • 2º grau: atinge a epiderme e parte da derme (2ª camada da pele). Há presença de bolhas e a dor é acentuada. Nesse estágio ainda podem ser divididas em superficiais ou profundas;
  • 3º grau: atinge todas as camadas da pele e o tecido subcutâneo. Ocorre necrose da pele (morte do tecido), que se apresenta com cor esbranquiçada ou escura. É também chamada de queimadura de espessura total;
  • 4o grau: atinge todas as camadas da pele e tecido subcutâneo, e ainda tecidos e órgãos adjacentes (ossos, tendões, ligamentos e outros órgãos próximos).

O que não fazer

  • Nunca use: pasta de dentes, pomadas, clara de ovo, manteiga, óleo de cozinha ou qualquer outro ingrediente sobre a área queimada;
  • Não remova tecidos grudados: corte cuidadosamente e retire o que estiver solto;
  • Não estoure bolhas.

O que fazer diante de uma queimadura

  • Interromper o processo da lesão, ou seja, parar o contato com o agente causador do ferimento;
  • Irrigar o local da queimadura com grande quantidade de água limpa e em temperatura ambiente (não usar água gelada);
  • Remover as roupas, jóias e adereços próximos à área machucada;

E o mais importante: se dirigir imediatamente a uma unidade de pronto atendimento médico, para saber o tipo de queimadura, a gravidade e o tratamento mais adequado, tanto no momento inicial quanto na fase mais tardia (cicatrizes). Lembrando que nós, do Madrecor Hospital, dispomos de profissionais altamente capacitados e estrutura especializada para a realização do atendimento de todos os tipos de queimaduras.

Deixar comentário